O carpete voador.

As imagens digitais nos dão a capacidade de criar novos ambientes, colocar qualquer figura em uma parede, cortina, forros e agora, ter um tapete inteiramente criado a partir desta técnica. Esse trabalho é feito pelo iraniano Seyed Alavi, que oferece perspectivas ainda não vistas que, para cada pessoa, se torna diferente.

Na sua última obra, podemos ter uma vista aérea de Sacramento tecida em um tapete que liga o terminal do Aeroporto Internacional de Sacramento até a garagem do estacionamento. É de fato um tapete voador.

“Uma parte surpreendente deste projeto para mim é que ele provavelmente não teria acontecido se não fosse pela internet”, disse Alavi Gizmag.

As fotos aéreas para manufatura do tapete foram fornecidas pelo Centro de Informações Geográficas de Cal State Chico. Ao discutir o trabalho do tapete voador em seu website, Alavi diz: “ Além de recordar a experiência de voo e voar, esta peça, ao descrever uma área geográfica maior, também ajuda a reforçar o sentimento de pertencimento e/ou conexão para o viajante. Desta forma, o tapete também pode ser lido e vivido como um “tapete de boas vindas” para os visitantes que chegam em Sacramento. A localização desta peça em uma ponte também ajuda a destacar alguns outros aspectos conceituais do trabalho. A ponte é uma conexão entre dois destinos; não é o destino em si; não é nem aqui, nem lá. Deste modo, é semelhante a um avião ou de um rio que liga um lugar ao outro; daqui para lá; um momento de voo congelado no ar; um rio que flui e que nos leva junto para outro destino (…) Ao trabalhar com carpetes, neste contexto, eu tenho sido capaz de transformar algo bastante comum em uma experiência extra-ordinária estética. ”

Veja as imagens:

4219_1070532441

4219_1070532303

4219_1070532404fonte: http://www.gizmag.com/go/4219/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>